Sim, é sobre maquiagem sim

Categoria: Resenha

2 sombras

A verdade é que ultimamente rola uma pregui e/ou falta de inspiração na hora de se maquiar e tal, aí acabo sempre usando a mesma fórmula: uma sombra esfumada sobre lápis preto rente à raiz dos cílios. Porém algumas são mais legais que outras quando usadas sozinhas, eu vou mostrar duas que eu gosto muito.

A primeira é esse uno Wet n Wild. É um verde brilhoso lindico e que custou 1 dólar! Já vi várias resenhas por aí de umas paletas dessa marca e vocês podem ver que tem uma pigmentação bem boa e o preço é módico. Numa dessas paletas tem até um Blue brown wannabe bem bonito.

Ei-la:

Então pelo jeito o nome é esse, Envy. Mas não é só isso, como se não bastasse essa foto ruim também fiz um lindo e maravilhoso XUAXE pra vocês apreciarem a cor da bonita:

 

E é FÁCIO, você só passa lápis preto assim rente aos cílios e mete essa sombra em cima esfumando o lápis preto e TCHANS, vc tem o efeito de 2 sombras praticamente mas não muito. Depois pegue um pincel limpo gordinho e esfume as bordas pra não ficar aquela coisa ridícula marcada e ESTÁ PRONTA PRA FESTA.

Outra que eu amoooaammm mas é um pouco menos prática por ser em pó é esta aqui da  Contém 1g:

 

Mesmo esquema da outra, passo lápis preto ou até marrom umazoras, depois só esfumar com a sombra, lembrando de tirar o excesso de pó do pincel dando umas batidinhas e também ter um pincel de leque sempre a mão pra varrer qualquer pózinho que cair no rosto, CUIDADO, RISCO DE SUJEIRA. Tem gente que gosta de fazer o olho primeiro e depois a pele, talvez seja uma boa mas eu não consigo, gosto de estar com a pele já ‘arrumada’ antes de fazer a sombra se não parece que tá mal feito e tal, não consigo visualizar a parada toda.

Vejam mais um belo swatch, essa sombra é muito linda mesmo, um marrom meio avermelhado ou seria talvez um avelã cintilante? RA, muito esperta Contém 1g.

 

Essa sombra pode ficar um pouco mais escura também se pesar mais a mão, percebam o acabamento acetinado que coisa maravilhosa.
Eu não sei dizer quanto tão custando essas sombras da Contém em pó, mas comprei faz muitos e muitos anos, corre-se o risco da cor não existir mais, mas considerando a quantidade que vem vale a pena e a cor é bem versátil se for ver.

É isso amigas, daqui mais 2 anos eu volto com outro post, acho que falarei sobre máscaras de cílios, até.

 

 

Anúncios

Tintura de sobrancelhas

Já comentei aqui que a coisa que mais mudou minha vida foi preencher a sobrancelha, né. Dá outro aspecto ao rosto, parece que tudo fica em harmonia. Mas não é todo dia que dá vontade de fazer barba-cabelo-bigode, e muitas vezes as circunstâncias não permitem. Uma solução ótima é tingir os pelos (ou pêlos? não sei se ainda tem acento) com um produto específico, assim podemos pular esta etapa da maquiagem. É especialmente prático quando vamos viajar ou sair de férias e ficar de boa na lagoa.

Eu sempre fazia a minha numa estética lá da roça, mas aqui no Rio de Janeiro fica complicado por causa do valor. Como sou metida, pesquisei, pesquisei e achei a tinta que a mulher da estética usava em mim. Eis a linda RefectoCil:

Pesquisei por tudo onde comprar e fui achar justo aonde? No Mercado Livre. A RefectoCil é dum país lá da Europa que agora esqueci e estou com preguiça de procurar (não é o melhor blog que você já leu? cheio de informação) e ela não só colore a sobrancelha como também dá um aspecto de pelos mais grossos, deixando-as bem mais destacadas e até mesmo, porque não, saudáveis. Ela também serve pra pintar os cílios se quiser, mas aí precisa duns aparatos lá mais malandros.

O kit vem com a tinta, o oxidante e um palitinho de plástico. A mistura fica com uma textura estranha tipo uma pasta e confesso que apanhei na primeira vez que fui usar, mas depois peguei o jeito. É só passar e fazer o desenho da sua sobrancelha, aguardar, e remover com algodão. Tchans. Sobrancelhas pintadinhas e bem naturais.

Esse tutorial aí embaixo me ajudou muito na hora de aplicar. Eu faço a mistura numa tampinha desses containers de sombra em pó (é uma quantidade mínima), misturo bem e uso um pincel de maquiagem pra passar. Aqueles aplicadores de rimel também ajudam a espalhar melhor a tinta, mas acho que uma escova de dentes também deve fazer o serviço. Tem que aplicar uma camada grossinha. Aí é só fazer o desenho com um cotonete, removendo os excessos.

 

As primeiras semanas são as melhores pois o sombreado da tinta ainda fica na pele, mas o pelo fica colorido por uns bons 2 meses ou mais. Recomendo muito pra quem tem pouca sobrancelha ou pelos muito claros. Existem umas 9 opções de cores, do loiro claro ao preto, e tem até vermelho! A minha é o 3.1 Light Brown, mas tô pensando em adquirir a 3 pra misturar.

Comprei com este vendedor aqui e chegou rapidinho! Fica aí a dicona, de nada.

Sobre paleta MAC e uma leve decepção

Eu apesar de não ser essas MAC-xiitas, gosto muito da marca. No começo, quando tinha poucos produtos, achava difícil algum produto ser ruim. Tanto que quando me mudei pros EUA nem levei minha sombra preta da Catharine Hill, pois sabia que iria comprar a Carbon lá. Que erro.

Acabei comprando a paletinha com 4 lugares para os 4 refis. Acabava compensando e fica mais arrumado, se não ia ter um monte de potinho rolando na gaveta. Uma coisa que eu acho engraçado é que as sombras dos provadores sempre são mais forte, e não me refiro só à MAC, mas até dessas mais podrinhas tipo Vult. Eu não sei se é porque elas ficam lá expostas que acabam adquirindo outra textura, mas enfim, eu experimentei as sombras antes de comprar e mesmo assim o que eu obtive não foi tão bom quanto o esperado.

Minha intenção quando fiz essa paleta: sombras versáteis ou básicas. A preta (ÓRCONCUR uhhuahu), Patina, altas expectativas, sempre via as pixileine usando e amando o efeito, Nylon como iluminadora e uma diferentona, no caso essa Plum Dressing, eu gosto da combinação de tons avermelhados em olhos azuis. Ma gente, a preta nem de longe é o que a BLOGOSFERA prega. A finada da Catharine Hill era infinitamente melhor… acabou que minha irmã pegou pra ela e a bem espertona quebrou. Adeus sombra preta maravilhosa.

Acho que de todas a mais pigmentada ainda é a Nylon, que pega bem, mas tb é clarinha né? A Plum Dressing mesma coisa da Carbon, meia boca a pigmentação e Patina idem.

A solução foi fazer a tal da laminha, quem me apresentou foi a Manu do Mendigo Chic (tou com preguiça de pegar o link mas se rolar até embaixo tá lá), mas que a Julia Petit ensinou. Então lá fui eu taquei água na Patina. AÍ SIM HEIN! É só molhar o pincel, tacar na sombra com ele molhado e meio que ‘misturar’ até ficar uma pastinha.

Bem, aí consegui ver um pouco da cor dela, mas a coisa linda da Patina é o ~efeito~. Tem um brilho acetinado bem louco, do tipo que bate a luz muda, que nem Blue Brown sabem? Nem tirei foto porque é difícil mostrar. Enfim, aí passei a amar ela.

Agora, não fiz essa técnica com a Plum Dressing, aliás faz tempo que não uso, já fica a idéia pra próxima dragnização. Mas infelizmente, não uso tanto essa paleta quanto gostaria.

Os batons da minha vida

Outro dia estava dando uma geral na minha caixa de maquiagens e percebi que, se for ver, eu nem tenho tanto batom assim. Apesar de eu ser a loca das maquiagem, eu também não tenho muita maquiagem. Seria o caso de não ser mais a loca da maquiagem? Quer dizer, com tanta loucura que a gente vê na internet de gente que precisa de ARMÁRIOS para guardar tudo, não me sinto confortável com o título. Vai ver tá na hora de abdicar e ser somente aquela que gosta de maquiagem moderadamente. Isso seria uma mentira, eu gosto muito sim, só não tenho muita grana pra investir. Aliás, eu quero ver sobre o que eu vou falar nesse blog depois que acabar todos os produtos que eu tenho aqui pra escrever sobre, pois não tá fácio, amigas. Vou ter que começar a falar de esmalte.

Dito isso, voltemos ao assunto original. Eu vim aqui mostrar os batons que tenho e amo. Uso bastante todos, o que me leva a acreditar que não precise de mais. Sim, eu até queria mais uma corzinha ou outra para a maquiagem diária, mas por enquanto esses vão ter que fazer o serviço.

Eis aqui os meus batão MAC:

Da esquerda pra direita, Ruby Woo, Viva Glam Gaga I e Snob.

Engraçado que o Snob passou de batom adorado a batom odiado. Acho que o fato de ele ter sido odiado deu-se por conta do uso indevido por parte de algumas subcelebridades toscas por aí. Não é nem o fato de usar, é o fato de não saber como usar adequadamente, porque eu continuo achando uma cor ótima. Eu ainda uso e adoro, mas se você é morena ou super bronzeada, que tal pegar leve na camada? O visual pomadão hipoglóss + bronze oompa loompa é bem desagradável aos olhos.

Enfim, esse é um que ainda uso muito inclusive já escrevi a respeito, vide link acima. O gaga também, é um pouco mais alegre e eu uso dependendo da vontade do dia. O Ruby woo é um caso especial de amor, porém não uso muito seguido. Acho um batom difícil de usar no dia-a-dia porque ele fica muito forte em mim, me sinto meio incomodada quando uso porque as pessoas olham MUITO. Então prefiro usar de noite.

Aqui alguns swatches, só pra não dizer que esse blog e post são inúteis. O Ruby Woo é bem seco, seco até demais as vezes, ele é até difícil de passar, requer um certo empenho.

Estes são os Duda Molinos Retro, Bossa e Covergirl Fairytale.

Gente, sou xonada nesse Bossa? Eu amo esse batom quando eu quero só pra dizer OLHAAA EU TENHO UMA BOCA, sabem? Eu não sei dizer o que é, só sei que é o equilíbrio perfeito de cor natural pra mim. E esses batons Duda Molinos são demais, eu amo a embalagem e a duração deles.

O Retro é uma cor maravilhosa que eu já escrevi a respeito (cliquem) e continuo amando, mas também, só em dias mais alegres e saltitantes de verão.

Esse da Covergirl é amor total. Que produto maravilhoso em termos de hidratação e fixação. As outras marcas, apesar de terem uma duração boa, no fim acabam ressecando um pouco os lábios. Mas este Covergirl Lip Perfection é realmente impressionante como a cor fica e fica e fica, e ele é super confortável de usar. Fora a cor (Fairytale) que é um amor, é um coral super usável durante o dia.

Mais swatches ruins, mas só pra não dizer que não falei das flores. E é isso, esses são os 6 batons que eu tenho e mais uso no momento, não é uma coisa que se diga NOSSA MAS QUE VARIEDADE, porém estão satisfazendo minhas necessidades no momento.

Agora vou jogar a discussão pro grupo, qual o seu batom queridinho?

Maravilhosas Sombras

Como já escrevi em algum outro post, tenho uma paixão especial pelo pigmento Blue Brown e eu sempre acabo usando ele quando tô sem inspiração pra aloprar na maquiagem da noite. Mas vez ou outra aparecem umas sombras bem coringas, que conquistam o coração.

Essa é a Tapestry Taupe, da Covergirl. Quem me apresentou e me presenteou esta linda foi a Yasmin, segundo ela esta tem sido a sombra sensação da Pat McGrath, aqueeeela maquiadora famosa.

Eu sei que na foto ela tá ordinária, mas é muito linda. Uma sombra coringa que dá pra usar de muitas formas, assim como o pigmento Blue Brown. Rola fazer um olho mais forte e delineado de preto com ela por cima, ou só ela levemente na pálpebra com um rímel básico. O briho dela é incrível.

Gente, eu odeio fazer swatch, já falei umas quinhentas vezes. Eu acho que eles não mostram a cor real do produto e você acaba se decepcionando, mas eu afirmo que a cor é maravilhosa e deve ornar com toda cor de pele.

O mais massa dessa sombra é o preço, $3.29. E sim, a pigmentação é boa, ao contrário de algumas sombras da MAC (post em breve).